sábado, 30 de maio de 2009

Ser mãe

1
Quando todos te condenem
quando ninguém te escutar,
ela te escuta e perdoa,
pois ser mãe - é perdoar!
2
Quando todos te abandonem
e ninguém te queira ver,
ela te segue e procura
pois ser mãe - é compreender!
3
Quando todos te negarem
um pão, um beijo, um olhar,
ela te ampara e acarinha
pois ser mãe - sempre é se dar!
( Poema de JG Araujo Jorge,in " Cantiga do Só" - 1964

quarta-feira, 27 de maio de 2009

A Mentira Está em Ti

"Olá, guardador de rebanhos,
Aí à beira da estrada,
Que te diz o vento que passa?"

"Que é vento, e que passa,
E que já passou antes,
E que passará depois.
E a ti o que te diz?"

"Muita cousa mais do que isso.
Fala-me de muitas outras cousas.
De memórias e de saudades
E de cousas que nunca foram."

"Nunca ouviste passar o vento.
O vento só fala do vento.
O que lhe ouviste foi mentira,
E a mentira está em ti."



Alberto Caeiro, in "O Guardador de Rebanhos - Poema X" Heterónimo de Fernando Pessoa

domingo, 24 de maio de 2009

I did it my way

Em dias tristes, como este, gosto de lembrar dos momentos de extrema felicidade... Uma forma de me proteger, sobreviver as amarguras e sair com dignidade...

Lembro da música, cantada por Sinatra, "My Way". Sofri sim, but I did it my way...

I've loved, loughed and cried.
I've gad my fill my share of losing
but now, as tears subside
I find it all so amusing.
...
I did it my way

Fácil e difícil


Falar é fácil, quando se tem em mente, as palavras que expressem sua opinião. Difícil é expressar por gestos e atitudes, o que realmente queremos dizer.

Fácil é ser colega, fazer companhia a alguém, dizer o que ela deseja ouvir. Difícil é ser amigo para todas horas e dizer sempre a verdade quando for preciso.

Fácil é analisar a situação alheia e poder aconselhar sobre ela. Difícil é vivenciar esta situação e saber o que fazer.

Fácil é mentir aos quatro ventos o que tentamos camuflar. Difícil é mentir para o nosso coração.

Fácil é ver o que queremos enxergar. Difícil é saber que nos iludimos com o que achávamos ter visto.

Fácil é dizer "oi", ou "como vai ?". Difícil é dizer "adeus".

Fácil é ouvir a música que toca. Difícil é ouvir a própria consciência.

Fácil é perguntar o que deseja saber. Difícil é estar preparado para escutar esta resposta.

Fácil é chorar ou sorrir quando der vontade. Difícil é sorrir com vontade de chorar ou vice-versa.

Fácil é beijar. Difícil é entregar a alma!

Fácil é ditar regras. Difícil é seguí-las.

Fácil é sonhar todas as noites. Difícil é lutar por um sonho.

Fácil é exibir sua vitória a todos. Difícil é assumir a sua derrota com dignidade.

Fácil é viver o presente. Difícil é se desvencilhar do passado.

Fácil é tropeçar em uma pedra. Difícil é levantar de uma queda, todo machucado.

Fácil é desfrutar a vida a cada dia. Difícil é dar o verdadeiro valor a ela.


Fácil para alguém, mas extremamente difícil para mim!
S.B.

Carinhos sim... Intimidades não!

video